quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Parece, mas não é

“O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do Senhor. Todos os caminhos do homem são puros aos seus olhos, mas o Senhor pesa o espírito. Confia ao Senhor as tuas obras, e os teus desígnios serão estabelecidos”. (Provérbios 16:1-3)

Isso é coisa do século passado. Lá na década de 1980, uma propaganda de remédio fez muito sucesso na televisão brasileira. Aqueles que têm mais de quarenta anos certamente vão se lembrar da propaganda que apresentava um remédio para caspa, mas dizia que não era remédio. O bordão da propaganda era esse: “Parece, mas não é”. O produto, que não se sabia direito se era um tipo de xampu ou um remédio somente para caspa, vendeu muito, e ainda que tivesse aspecto de remédio, não queria ser considerado como um remédio, pois almejava o status de xampu, a fim de não cair nas teias do preconceito, pois as pessoas que tinham caspa se sentiam constrangidas com o fato. Então, ainda que fosse um remédio, o produto não se apresentava como tal, com o objetivo claro de atrair aqueles que se sentiam desconfortáveis com a excessiva descamação do couro cabeludo. O tempo passou, a evolução chegou, e os xampus anticaspa dominaram o mercado e a polêmica de então acabou.
Lembrando-me da propaganda, percebo como em muitas situações estamos cercados por aquilo que "parece, mas não é". Quantas vezes nos empolgamos com pessoas, alimentamos o nosso ânimo com circunstâncias que parecem promissoras, fazemos apostas altíssimas em caminhos que parecem nos oferecer o melhor, mas, infelizmente, acabamos nos decepcionando. Lamentavelmente, aquilo que parecia, só parecia, e as expectativas não se cumpriram. Não quero roubar a sua motivação, nem gerar insegurança na sua alma – longe disso –, quero simplesmente propor que antes de qualquer "aposta", tudo seja pesado diante do Deus Todo-Poderoso que tudo conhece, e, certamente, nos livrará do engano, nos dando uma direção correta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo teu comentário. Deus te abençoe!